RESFRIADO, GRIPE OU RINITE ALÉRGICA?

RESFRIADO, GRIPE OU RINITE ALÉRGICA?

Os sintomas podem ser bem parecidos: nariz escorrendo, congestão, espirros, tosse, sensação de mal-estar. Mas o diagnóstico, pode ser bem diferente. Entenda:

 

RESFRIADO

O resfriado comum é causado por infecção da mucosa do nariz por diferentes vírus, sendo os mais comuns aqueles chamados de rinovírus.

Os sintomas se iniciam de modo gradual, de forma leve, podendo ocorrer ao longo do ano, sem que haja motivo para preocupação. É comum a queixa de dor na garganta, desconforto, evoluindo para congestão do nariz, coriza e espirros. Pode evoluir com tosse, rouquidão, mal-estar, dor de cabeça e indisposição.

A evolução é benigna e costuma se resolver em poucos dias.

GRIPE

A causa mais comum da gripe é o vírus influenza. Os sintomas iniciam de forma mais súbita e deixam a pessoa mais abatida. A febre é frequente, tosse, fraqueza, dor no corpo, dor de garganta, falta de apetite e coriza.  Pode se complicar com sinusite, otite e pneumonia.

A vacinação anual contra a gripe é recomendada para a prevenção da doença, em especial nos idosos, crianças pequenas, gestantes e pessoas com rinite e asma.

RINITE ALÉRGICA

A rinite alérgica é uma doença de causa genética (hereditária), comum na infância, mas que pode ocorrer em qualquer idade.

Os sintomas mais comuns são: espirros em salva, coriza abundante e clara, congestão nasal e coceira, que pode acometer o nariz, os olhos, os ouvidos e a garganta. Podem ocorrer de forma perene ou quando há contato com o alérgeno.

As causas mais comuns da rinite alérgica são os ácaros da poeira domiciliar, animais domésticos, fungos (mofos e bolores).

Cuidado!
Uma queixa repetida: “meu filho está sempre gripado” ou em adultos: “gripado novamente?” pode ocultar o diagnóstico da rinite alérgica e atrasar o reconhecimento e tratamento adequado.

A rinite alérgica, quando não é controlada de forma adequada, pode comprometer não apenas a mucosa nasal, mas envolver outros setores, resultando em problemas clínicos associados, denominados “comorbidades”, como por exemplo: tosse, sinusite, otite, respiração bucal, asma, alterações de olfato, paladar, distúrbios de sono, entre outras.  E, embora sejam situações diferentes, os resfriados, gripes podem se associar com a rinite, sendo comprovado que os quadros infecciosos podem piorar a evolução da rinite e da asma.

Fonte: Blog da Alergia